Fundações

BREVE HISTÓRIA DAS FUNDAÇÕES

França - 1796
A 21 de Novembro de 1796, na festa da Apresentação de Maria no Templo, Maria Rivier e as suas quatro companheiras têm a audácia de fundar uma comunidade, em plena Revolução Francesa, na pequena povoação de Thueyts, Ardèche, França. Juntas, "consagram-se a Deus e à instrução da juventude".

Suissa - 1841
Em 1841,três anos após a morte de Maria Rivier, as suas filhas realizam um dos seus sonhos: estabecer uma Fundação em Lausanne, na Suíça.

Canada - 1853
A pedido de Mons. Prince, Bispo de Saint-Hyacinthe, Québec, a Irmã St-Maurice e cinco companheiras chegam à América. Sainte-Marie-de-Monnoir, torna-se a sua primeira Missão.

Estados Undos - 1873

A 18 de Novembro de 1873, a pedido do Pároco, o Padre Huberdault, cinco Irmãs deixam Saint-Hyacinthe, Québec, e vão para Falls, NH afim de assumirem a direcção da sua Escola. Em Julho de 1879, as Irmãs voltam à Casa Mãe por motivos de doença e o Convento é encerrado. Em 1886, encorajado pelo seu Bispo, Mgr Louis de Goesbriand, o Padre Trottier convida as Irmãs a abrirem uma escola na sua Paróquia d'Island Pond, Vermont. Foi a primeira missão permanente nos Estados Unidos.

Inglaterra - 1896

Nos finais do século XIX, o medo de uma guerra civil e a dispersão das Ordens Religiosas em França obrigam as nossas Irmãs a lançar o olhar para a Inglaterra como meio de salvar a Congregação. A convite dos Padres Basiliens, elas vêm para Exeter e estabelecem aí a primeira Fundação em Palace Gate.

Espanha- 1902
O Decreto de Expulsão obriga a Congregação a se voltar para outros países onde as Irmãs pudessem continuar a ensinar como religiosas. Então, a primeira missão em Espanha abre-se em Peñorraya a 12 de Novembro de 1902.

Itália - 1904

No início do século xx, a Apresentação de Maria adquire o carácter de Congregação Internacional. A Itália acolhe portanto as Irmãs expulsas de França. O dia 28 de Setembro de 1904 assinala a chegada de duas Irmãs a um apartamento alugado em Dort-Maurice. Esta foi a primeira fundação neste país. Em 1915, no início da Grande Guerra, a Aldeia Loreto em Bordighera recebe as suas primeiras estudantes pensionistas. Em 1967, a Administração Geral da Congregacção irradica-se na Região de Arte em Castelgandolfo.

Portugal - Madeira - 1925
A Província de Portugal, fundada pela Madre Maria da Santíssima Trindade, primeira portuguesa da Apresentação de Maria, nasce no dia 1 de Março de 1925, no Lactário (Assistência às crianças pobres). A abertura do Colégio da Apresentação de Maria, teve início no ano de 1926, seguindo-se a abertura de outras Escolas. Como uma pequenina semente lançada na Ilha da Madeira (Portugal), a Apresentação de Maria enraíza-se aí através de várias obras expandindo-se até Portugal Continental (1938). Daí partem para Moçambique (1941) e para o Brasil em (1986). A Ilha da Madeira torna-se Região em 1991.

Portugal - 1938
A pedido do Cardeal Patriarca de Lisboa, a Madre Maria da Santíssima Trindade, abre, em 1938, em Sebúbal, um Internato para as meninas pobres ou abandonadas. Ela funda também a maoir parte das Obras de Portugal Continental: Escolas, Internatos, Lares, Centros Sociais, o Noviciado em 1941, Casa de Oração em Fátima e inserção na Pastoral Paroquial.

Moçambique - 1941
Em 1941
, a convite do Mons.Teodosio de Gouveia, Arcebispo de Lourenço Marques, a Irmã do Coracão de Jesus irmã da Madre Maria da Santíssima Trindade funda, com seis Irmãs portuguesas, o Colégio Dom António Barroso, em Lourenço Marques (Maputo, Moçambique). Outras Escolas e Missões foram fundadas, ao Norte e ao Sul de Moçambique. Em 1956, Moçambique torna-se uma Região. Esta conta mais de cem Irmãs e missões cheias de fervor.Actualmente, depois dos tempos difíceis da guerra civil, tudo recomeçou com coragem e dinamismo. A Região conta com 35 cinco Irmãs (24 Irmãs Moçambicanas e 11 Missionárias portuguesas). Trabalham em quatro Dioceses do Norte, do Centro e do Sul na Pastoral Missionária, na Catequese e na Educação Cristã das crianças e dos jovens.

Japão - 1948
Em 1948
, antes da Guerra do Pacífico, Monsenhor Taguthi, o Arcebispo de Osaka, pediu à Madre St. Paul, Provincial de Saint-Hyacinthe, para enviar algumas Irmãs para ensinar na sua Diocese, no Japão. Após a guerra ter terminado, este desejo foi finalmente realizado, em 1948. As primeiras Irmãs chegam de Saint-Hyacinthe, Québec e abrem uma Escola a Himeji, em 1951.

Filipinas - 1950
Na Primavera de 1950
, o Padre Georges Dion,OMI, e o seu companheiro de Missão, o Padre Emile Laquerre, OMI,convidam as Irmãs da Apresentação de Maria da Província de Hudson, dos Estados Unidos, a serem missionárias com eles a Siasi junto dos Muçulmanos. A Madre Sainte-Jeanne-de-Valois, Superiora Provincial, responde ao pedido do Papa Pio XII às Congregações Religiosas para enviar missionárias aos países de missão. As Irmãs Saint-Pauline, Marie-Laurentienne, Sainte-Natalie et Sainte-Marie-des-Anges foram escolhidas para este Ministério. A 26 de Outubro de 1950, as quatro missionárias chegam a Siasi, Sulu com os corações cheios de alegria e gratidão.

Senegal - 1952
Em 1952
, a pedido do Mons. Dodds, Prefeito Apostólico de Ziguinchor, quatro Irmãs de diferentes nacionalidades - duas francesas, uma canadiana e uma portuguesa - partem para Bignona (Casamansa). Elas assumem a responsabilidade da Escola Primária, os Movimentos de Accão Católica e o Catecismo em francês. Nos anos seguintes elas fundam a Elana (1959) e Balandine (1959), duas aldeias nas quais elas abrem um Pensionário. A sua accão expande-se em 30 aldeias do sector. As quatro primeiras postulantes vêm-se formar a Chanac (Lozere), em 1958 e entram no Noviciado em Outubro de 1959, a Bourg-Saint-Andéol.

Irlanda - 1963
Em 1963 na Irlanda
. No Verão de 1961, Mère Saint Jeanne D'Arc, Superiora Geral, pede à Irmã Jeanne Touchette, americana, para iniciar uma fundação na Irlanda. Dois anos mais tarde, a Irmã Saint Colomban (Agnes Kelly) e a Irmã Jeanne, oriundas da Irlandaformam uma Comunidade em Castleblakeney e abrem uma escola.

Peru - 1963
Depois do Vaticano II, os Padres da Província do Canadá, respondem ao pedido de Roma, pedem às Irmãs da Apresentação para fundar uma Escola Técnica para as jovens, num sector pobre de Lima, Peru. A 3 de Setembro de1963, cinco Irmãs da Província de Sherbrooke chegam ao Peru. A Escola abre-se em Comas, em Março de 1964, com 50 estudantes. Actualmente, aproximadamente 1700 rapazes e raparigas frequentam esta Escola.

Gambia - 1968
No mês de Outubro de 1968
, a convite de Monsenhor Michael Moloney, Bispo da Gâmbia, as nossas Irmãs Louise Brachotte (Sr. Igance de Loyola), francesa e Fernanda Lasnier (Marie-Térésa), canadiana fundam a Missão de Serekunda: grande Paróquia de 23 aldeias, onde elas trabalham na Pastoral. É à Irmã Louise Brachotte que Mère Ste Jeanne D'Arc confia a responsabilidade da missão de fundação, até à nomeação da Superiora Regional. A Gâmbia e o Senegal tornam-se uma Região conhecida pelo nome de Senegâmbia.

Brasil -1986
Em 1980, uma antiga Missionária de Moçambique, a Irmã Cecília Silva, foi chamada ao Brasil para ajudar na Fundação das "Aldeias da Paz", que abre para as crianças da rua. A Congregação aceita este desafio e envia-a com a Irmã do Sacré-Coeur-de-Jésus (Hardy). Após seis anos de ajuda a esta obra nascente, a primeira Comunidade da Apresentação de Maria é Fundada na Abadiânia, na Diocese de Anápolis, em 1986, a pedido do Bispo da Diocese, Mons. Manoel Pestana Filho.

Camarões - 1989
Sabendo que o seu Bispo desejava Irmãs para uma pequena região afastada da sua Diocese, o Padre Loiseau, OMI, numa visita a Castelgandolfo, pensa na nossa Congregação que o acolhe e apresenta-lhe o seu desejo. Depois de vários meses de discernimento, a Fundação foi decidida com as primeiras Irmãs: Jacqueline Guité, Lise Thibodeau, Marguerite Camiré e Véronique Dième partem para Atta no dia 27 de Janeiro de 1989. Elas estabelecem-se aí e ocupam-se de uma Escola Primária, um Centro de Formacão Feminina entre outras ocupações.

Equador - 1996

Indonésia - 2005

Burkina Fasso - 2008