23 de Janeiro de 2014

 Que o Deus da comunidade esteja connosco. Que ele nos inicie a partilhar com outros, as nossas forças como as nossas fraquezas, que nos ensine igualmente a deixar um espaço para os outros da mesma maneira que deixamos para nós. Toda a comunidade tem necessidade do sopro do espaço e da liberdade. Solidão e comunidade devem viver em bom entendimento. (Texto inspirado em Anselm Grun, O livrinho dos anjos, p. 107)

Palavra de Deus: “Eram assíduos, ao ensino dos Apóstolos, à comunhão fraterna, à fracção do pão e às orações.” Act 2, 42

Palavra de Maria Rivier: “O Espírito do Senhor vive habitualmente onde está a paz e a caridade … é esta virtude que faz os laços duma comunidade, como a humildade é o seu fundamento.” Carta de Maria Rivier, 30 de Março de 1824. “Tendes razão em dizer que se todas fossemos humildes, a comunidade seria um paraíso sobre a terra.” Carta de Maria Rivier, Maio de 1826

Sim, hoje, que sejamos cumuladas da bênção da comunidade!

Ir. Claudette Casavant