25 de Janeiro de 2014

Que o Deus da liberdade esteja connosco. Que ele nos conceda o dom desta liberdade interior, a fim de que nos possamos sentir verdadeiramente livres e capazes de viver de pé. (Texto inspirado em Anselm Grun, O livrinho dos anjos, p. 91

Palavra de Deus: “Vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não tomeis, porém, a liberdade como pretexto para servir a carne. Pelo contrário, fazei-vos servos uns dos outros pela caridade”. Gal 5, 13

Palavra de Maria Rivier: “Faço o sacrifício de tudo: da minha saúde, da minha liberdade, da minha honra, da minha reputação, da minha vida, da minha morte e até da obra que Deus me confiou, se tal é a vontade de Deus e o seu bom prazer. Quero tudo o que Ele quiser.” Carta de Maria Rivier, 14 de Agosto 1835

Sim, hoje, que sejamos cumuladas da bênção da liberdade!

 

Ir. Claudette Casavant