28 de Janeiro de 2014

Que o Deus da doçura esteja connosco. Aprendamos com ele esse olhar de doçura que mergulhará as nossas vidas na suave luz do Outono, que oferecerá a tudo o que está em nós, até mesmo os fracassos, uma dignidade e uma beleza próprias. Sim, vamos à escola da doçura a fim de nos tornarmos doçura para tantos outros que têm necessidade dela. (Texto inspirado em Anselm Grun, O livrinho dos anjos, p. 85).

Palavra de Deus: “Que a vossa doçura seja notória a todos os homens. O Senhor está próximo.” Fil. 4, 5

Palavra de Maria Rivier: Desejo muito que tenhais a doçura e a humildade de coração de Jesus Cristo.” Carta de Maria Rivier Antes do Pentecostes de 1827

Sim, hoje, que sejamos cumuladas da bênção da doçura!

 

Ir. Claudette Casavant